Imagem com a data do evento: 7 a 10 de Dezembro, com entrada franca

Mostra competitiva de curtas-metragens

Júri oficial: R$ 6 mil e troféu Curta Brasília:

“Capitão Brasil” (SP), direção de Felipe Poroger

Júri popular: R$ 6 mil e troféu Curta Brasília:

“Luiza” (PR), direção de Caio Baú

Troféu Curta Brasília (Júri oficial)

Melhor direção: João Paulo Miranda, por “Meninas formicida” (SP)

Melhor roteiro: Laís Melo, por “Tentei” (PR)

Melhor fotografia: Anderson Capuano, por “Boca de fogo” (RJ)

Melhor atuação: Nash Laila, por “O delírio é a redenção dos aflitos” (PE)

Melhor montagem: Allan Ribeiro, por “O quebra-cabeça de Sara” (RJ)

Melhor som: Ricardo Reis, por “Quando os dias eram eternos” (SP)

Menção honrosa:

“Carneiro de ouro” (DF), direção de Dácia Ibiapina

“O porteiro do dia” (PE), direção de Fábio Leal

Mostra competitiva de videoclipes – Decibéis

Júri oficial: R$ 2.500 e troféu Curta Brasília:
“Elevação Mental” (SP), videoclipe dirigido César Gananian para música da rapper Triz

Júri popular: R$ 2.500 e troféu Curta Brasília: 
“Lalá” (SP) videoclipe dirigido por Vera Egito e Camila Cornelsen para música da rapper Karol Conká

Menção Honrosa de Melhor Interpretação em Videoclipe:

Lino Ribeiro e Paula Passos, do clipe da música “Lambida” (DF), de Joe Silhueta, direção de André Miranda

 

Prêmio Calanguinho

R$ 1500 para filme da Mostra Calanguinho escolhido pelo júri popular infantil:

“O menino leão e a menina coruja” (DF) direção de Renan Montenegro

Prêmio Provocações

R$ 2 mil oferecido pelo Fundo Brasil de Direitos Humanos para filme da Mostra Provocações escolhido por comissão formada por conselheiros do Fundo: Bruno Torturra (jornalista), Denise Dora (advogada), Jurema Werneck (diretora da Anistia Internacional no Brasil), Letícia Sabatella (atriz) e Veriano Terto (psicólogo):

“Diamante, o bailarina” (SP), direção de Pedro Jorge

 

 

Prêmio Cine França Brasil

Viagem para um festival de cinema na França em 2018, oferecida pela Embaixada da França no Brasil, para um representante de filme escolhido pela comissão formada pelo professor Ciro Inácio Marcondes, pelo cineasta Tiago Vieira e pelo produtor Breno Lira Gomes:

“Divina Luz”, (ES) direção de Ricardo Sá

Menção honrosa: “Luiza” (PR), direção de Caio Baú

Prêmio Espanha em Curtas

R$ 1 mil oferecido pela Embaixada da Espanha no Brasil para o filme da Mostra Espanha em Curtas mais votado pelo júri popular:

“Alike”, direção de Daniel Martínez Lara e Rafa Cano Méndez

 

 

 

Troféu IESB

Júri oficial:
Videoclipe: “Frio” – San Lunes (DF), direção Marina Lima
Curta-metragem: “O que vão dizer de nós?” (DF), direção de Nabia Lima

Júri popular:
Videoclipe: “Asé Omanõmo”, direção de Matheus Ronchi
Curta-metragem: “O que vão dizer de nós?” (DF), direção de Nabia Lima

 

 

Prêmio Brazucah

R$ 1 mil e inclusão de curta da mostra Calanguinho em um dos projetos itinerantes da produtora Brazucah em 2018. Comissão: Cynthia Alario, Marco Costa e Cidalio Vieira Santos:

“Nimbus, o caçador de nuvens” (MG), direção de Marco Nick

Troféu Cinememória

Para o melhor documentário do 6º Curta Brasília, oferecido pelo cineasta Vladimir Carvalho e pela Fundação Cinememória:

“Carneiro de ouro” (DF), direção de Dácia Ibiapina

Troféu UCDF

Para o filme que melhor contribui para disseminar o espírito cineclubista, oferecido pela União dos Cineclubes do DF e Entorno. Comissão: Pablo Feitosa (Cine Raízes), Flávia Felipe (Cine EIT) e Vitor Sarno (Cineclube Jiló na Guela):

“Nada” (MG), direção de Gabriel Martins

Menção honrosa:

“Carneiro de Ouro” (DF), direção de Dácia Ibiapina

“Ferroada” (SP), direção de Adriana Barbosa e Bruno Mello Castanho

 

Prêmio ABCV – Athos Bulcão

Para filme do Distrito Federal escolhido pela Associação Brasiliense de Cinema e Vídeo. Comissão: Daniela Marinho e Rafaella Rezende. O prêmio é um quadro oferecido pela Fundação Athos Bulcão:

“Carneiro de ouro” (DF), direção Dácia Ibiapina

Prêmio Cult

Bolsas para dois cursos de cinema no Espaço Cult em 2018 para representante de filme do Distrito Federal escolhido por comissão:

“Tekoha – Som da Terra” (DF), direção de Rodrigo Arajeju e Valdelice Veron (Xamiri Nhupoty)